Translate / Tradutor

Tudo Mudou

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Livro à venda


Alelos Esmeraldinus - Literatura em estilos inovadoras

Editora:
EXMERUM Editora e Produções Artísticas
Ano:      Páginas:     Tipo: 
2016      164             Impresso 

I.S.B.N.:                      Preço Unitário:
978-85-920146-O-8    R$ 30,00 
                                        (Frete incluído)

SINOPSE:
Livro apresenta 43 novos estilos criados pelo autor (dois em co-autoria da poetisa Aíla Brito) com tutorial e poesias num poetar claro e divertido. Vale a pena conferir.
O livro é ilustrado pelo artista plástico Alex Rolim, diagramado pelo cineasta Tiago Esmeraldo e correção ortográfica por Maria de Jesus A. Carvalho.
**********
Obs.: Venda exclusiva dentro o território brasileiro. Para vendas fora do Brasil, favor clique aqui ou fale conosco para e-mail.
**********
Note: Exclusive sale within Brazilian territory. For sales outside Brazil, please click here ou "contact us" for e-mailing us.
**********
Pressione o 'drop-down' e escolha a quantidade desejada!

 

domingo, 26 de julho de 2015

FELIZ DIA DOS AVÔS E AVÓS




Como todos, também já fui menino,
tive meu pai, mãe, meus avôs, avós.
Entre irmãos, segui meu tino, destino,
Primos, primas nunca a sós, fomos nós.

Tomo, sorvo a vida, vou gostosamente,
obtive pleno êxito, mui progresso...
Dentre este, descendentes, mil parentes,
vimos família envolvente, crescente
Atino, não me estresso, ao acesso...
Após anos, de avô-confesso, me verso:

Hoje somos felizes vovôs, vovós.

Cordavox #026: 

Somos os avós mais felizes do mundo!

Crédito de imageem::
Família Rolim Esmeraldo

sábado, 25 de julho de 2015

88 ANOS, HOJE FARIAS



"Se hoje viva, nossa saudosa mãe completaria 88 anos de existência. Um  'trenzaço'  de pura saudade! Valeu mãe, por ter sido e feito  de  nós  quem hoje somos!"


Há vinte e sete nasce pura e bela;
Missão Nova foi seu berço natal.
cresce ali, brilhante e bela estrela;
Enlace, formando casal sem igual.

Lar foi constituído pleno de amor;
paixão mútua, jamais desfaleceu.
Aquece  sem  clamor,  sem  desamor;
vivace em  zelo,  fulgor, sem  rancor.
Constela família; floresceu, venceu...
Afinal, bem viveu; aquiesceu.

Oitenta e quatro anos hoje farias.

Cordavox #024

Crédito de imagem::
Familia Rolim Esmeraldo

HÁ ALGO ESTRANHO ENTRE NÓS




Minha autoestima mantenho em alta.
Tem coisa que a quer puxar pra baixo.
Ah, sanfona! Sem falta, ressalta
graça em mal reverter, perverter.

Se aninha entre nós. Ninguém merece?
Vem e atrapalha a conjugação.
Detona, fenece, desaquece...
Desgraça, permanece, esmaece,
espalta, aflição... Que intromissão!
Despacha o bolão! Disjunção...

Preciso me livrar da barriga.

Cordavox #023

(Esta vai pra quem usa camiseta de 'bolão').

Crédito de imagem::
Dieta Para Perder Barriga
www.formuladeemagrecerja.com

quinta-feira, 23 de julho de 2015

É PERDOANDO QUE SE É PERDOADO



Qual a vantagem de não perdoar?
Lucro algum ninguém poderá obter,
Seria autocastigar apagar,
graça em mal reverter, perverter.

Tal como sino que não ressoa;
Sepulcro aberto, mordaz chalaça.
Secaria popa à proa, à toa,
sem raça por coroa à pessoa…
Magoar por pirraça e ameaça,
a obter de graça tal desgraça.

Pois é perdoando que se é perdoado.

Cordavox #022

* * * * * 

Crédito de imagens
2013091160519.jpg | extra,globo,com / Sino da Liberdade | pt,wikipedia,org
Liberty Bell, Filadélfia, EUA | touristlink,com,br / Sino 1 Kilo Em Bronze | produto,mercadolivre,com,br / Mulher com Graça |mulhercomgraca,com

segunda-feira, 20 de julho de 2015

À VERDADEIRA AMIZADE




Ter amigos é melhor que ter riqueza,
jamais falta sentirá, é verdade,
farta-se mesmo em pobreza, é certeza.
Na alegria, adversidade e à vontade.

Conter a alegria é quase impossível;
tais momentos, de fato, não têm preço.
Larga dupla via de nível incrível,
Dia faz o impossível, irresistível
presteza é certa, por apreço. Sem preço
Sem vanidade, tem começo e recomeço.

Digo, com alegria, FELIZ DIA DO AMIGO!

Cordavox #021

Crédito de Imagem::
devemos ser mais cachorros | lounge.obviousmag.org

domingo, 19 de julho de 2015

AMOR DE VERDADE




Amor verdadeiro
n'alma bem contente,
chão, arteiro, inteiro,
peito, mente, rentes.

Amor de verdade
acalma e feliz deixa.
Paixão idade sabe,
jeito: invade, e cabe...
Feiro a pecha, a queixa, 
rente, a leixa, a ieixa.

Coração entende. 

Ao ser que se doa,
O amor vem por gesto,
de cor, ação ou cesto. 
A servir tão perto.

Só quem ama, sente.

Cordavox #020
(Extendido)

Crédito de imagem:
Amor Verdadeiro - Pontos de Vista
ospontosdevista.blogs.sapo.pt